In Comportamento

…  da gratidão diária pela vida, da fé que temos em Deus.

Sozinha (o) e feliz. É possível, SIM! Felicidade é algo muito sério para deixarmos nas mãos de outras pessoas!

Por definição, a felicidade é um estado durável de plenitude, satisfação e equilíbrio físico e psíquico, em que o sofrimento e a inquietude são transformados em emoções ou sentimentos que vão desde o contentamento até a alegria intensa ou júbilo. A felicidade tem, ainda, o significado de bem-estar espiritual ou paz interior.

Repetindo: felicidade é algo muito sério para deixarmos nas mãos de outras pessoas.

Felicidade não depende da atitude de outras pessoas.

Alguns dizem que são felizes por terem filhos. Outros são felizes, pois vivem um relacionamento.

Afirmo que FELICIDADE é um estado de espírito e depende única e exclusivamente de cada um de nós.

Ter filhos é bom. Não ter filhos é bom. Namorar é bom, ser solteiro é bom, ser casado é bom também.

A vida não é uma competição de quem está melhor ou mais feliz. Saiba encontrar a felicidade no seu estado atual. Não dá para esperar aquela viagem dos sonhos, caríssima, na companhia daquele “amor” que idealizamos (que provavelmente nunca será feita), para ser feliz.

Dá para ter momentos incríveis e especiais num roteiro com orçamento que caiba no bolso, mesmo viajando sozinho. Aproveite para conhecer novas pessoas, fazer o que lhe dá prazer e visitar lugares que realmente lhe interessam.

A nossa felicidade depende mais do que temos nas nossas cabeças, do que nos nossos bolsos.

Chega de esperar que o filho cresça, que se forme, tenha um trabalho bem remunerado para ser feliz. E durante esse tempo, o que fará? Deixará de lutar por suas emoções? Viver seus sonhos? Conquistar seu lugar no mundo?

Dá para ser feliz mesmo quando os filhos não estão por perto, afinal eles estão procurando a felicidade da maneira deles.

Impossível dizer que a felicidade existe porque ele ou ela está ao seu lado, completando e dando sentido aos seus dias.

Besteira. Completos somos todos. Precisamos de alguém   que   nos   acrescente,  que nos acrescente alegria, brilho no olhar, loucuras e sonhos. Quem tem que dar sentido à nossa vida somos nós!

Acredite: se dependermos disso ou daquilo para sermos felizes, significa que não estamos preparados para a felicidade, ou ainda, não conseguimos entender essa sensação por nós mesmos.

A felicidade está dentro da gente, do coração que vibra, da gratidão diária pela vida, da fé que temos em Deus.

A felicidade é algo meio egoísta, pois só nós sentimos a sensação que ela provoca. A felicidade se manifesta de maneira única em cada ser humano.

Eu, por exemplo, fico feliz com o som que a cafeteira faz ao preparar meu expresso pela manhã e pelo aroma único que invade a casa.

Felicidade é sensação de aconchego, de paz. Não estou incentivando ninguém a viver como ermitão ou afastar-se de qualquer relacionamento. Quero dizer que para sermos FELIZES precisamos aceitar o que somos, o que temos, o que vivemos.

Já viram alguém infeliz, fazendo outra pessoa feliz? Por sermos únicos, cada um viverá a felicidade de uma maneira.

Aquilo que lhe traz felicidade não trará felicidade a seu amigo, filho. Ao aceitarmos nossa realidade começaremos a viver essa sensação maravilhosa que é a felicidade.

Felicidade é o resultado do amor-próprio. Digo e repito: “Feliz, mesmo sozinha (o), SIM!”

E aí, gostaram? Deixem o seu comentário!

Comments

comments

Recommended Posts
Fale comigo

Envie sua mensagem que retornarei o quanto antes!

Not readable? Change text.

Start typing and press Enter to search