In Comportamento

Olá, amores!

Espero poder te ajudar com essa essa reflexão, porque muitas amigas, e talvez pessoas,  estão passando por isso.

A caminhada tá mais longa do que você imaginava? Seu objetivo continua distante? Então, já pensou em  como arranjar forças para seguir em frente, quando se perdem as esperanças e o ritmo?

Já estamos em junho, né? Mas, olhando para o ano que  passou, será mesmo que a gente chegou lá? Conseguimos  realizar o que desejávamos, alcançar nossos objetivos? Nem sempre, né?! Com isso vem uma série de sentimentos indesejados como frustração, incapacidade, decepção, desmotivação e por aí vai. Nem sempre as coisas saem como planejamos ou no tempo em que idealizamos. Conviver com isso pode ser duro, mas também é uma lição que podemos aprender… a confiar que tudo tem um motivo, tudo tem seu tempo e seus aprendizados.Segundo a nossa consultora, Eliana Alves Pereira, psicóloga, “Se está enfrentando esses sentimentos,  precisa jogá-los fora, de forma que você possa enxergar os objetivos que ainda não foram atingidos sob outra ótica, mais positiva e mais flexível. Entendo e reconheço que quando traçamos uma meta, nossa atenção, energia e foco ficam lá. Direcionamos os olhos à conclusão dela, ao destino final. Assim como falamos na reflexão passada, criamos tantas expectativas sobre como será quando chegarmos lá e elas podem nos machucar quando não alcançadas”.

“Pare por alguns instantes e perceba… ficamos obstinadas com a realização e esquecemos  de algo tão importante, se não mais importante ainda que o destino final.  Esquecemos do caminho. Só que, se você parar para pensar, os maiores aprendizados não estão na realização em si, estão nos passos que você precisa dar pra chegar lá, nas vezes em que precisará retraçar essa rota, no fôlego que teve que criar para subir uma montanha de desafios. Chegar é a consequência, mas a caminhada é extremamente valiosa”!!!

“É na caminhada que você vai resgatar capacidades, se lembrar de qualidades que tem e estavam adormecidas, entender que pode ir em frente. Se você ainda não chegou lá, não deixe que o desânimo tome conta de seu ser. Entenda que você está diante de uma enriquecedora caminhada e seja grata pelos passos que já foram dados. Pense no quanto você cresceu,  se fortaleceu até chegar aqui e pode ainda mais nos passos que virão!”

“O caminho pode ser longo, doloroso, desafiador, mas é ele que fará diferença na sua vida, na sua existência e ampliará sua bagagem mais valiosa, aquela que ninguém pode tirar de você, seu mérito, sua garra, sua realização. Aproveite o caminho, plante sementes e colha os frutos”.

“Quando você chegar lá, vai saber que valeu a pena apreciar a caminhada e todos os aprendizados que renderam a partir dela e da sua capacidade de estar presente no aqui e agora”!

E aí, te ajudei um pouquinho? Deixe o seu comentário.

Me sigam, friends: Instagram: Dudi_Bastos    – Facebook: Dudi Bastos – E-mail: dudibastos@yahoo.com.br

Bjocasss

Comments

comments

Recommended Posts
Fale comigo

Envie sua mensagem que retornarei o quanto antes!

Not readable? Change text.

Start typing and press Enter to search