In Moda, Saúde

Olá, amores!!

Vamos ao assunto do momento e que deve ser o assunto em nossa agenda o ano todo!

Outubro Rosa! Câncer de Mama!

Meninas, o mês de outubro chegou, e,  como de tradição, se iniciam as ações de alerta a respeito do câncer de mama com a campanha mundial Outubro Rosa – que simboliza a luta contra o câncer de mama e estimula empresas e a população em geral a participarem de ações de cuidados sobre a importância do diagnóstico precoce.

Está comprovado que conhecimento e conscientização ajudam a reduzir a mortalidade por câncer de mama.

Segundo informações do Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2015, estima-se que no Brasil tenha 57 mil novos casos de câncer da mama, se caracterizando como o tipo de câncer mais comum entre as mulheres, depois do de pele não melanoma.

Em contrapartida, de acordo com a publicação inglesa The Lancet, o Brasil aumentou a sobrevida de pacientes diagnosticados com câncer de mama.

A pesquisa atribui o resultado brasileiro à expansão do acesso da população aos serviços de saúde, como exames de detecção e tratamentos.

“Hoje, sabemos que mulheres que fazem acompanhamento médico periódico têm um horizonte otimista, já que o diagnóstico precoce e o tratamento correto da maioria dos casos de câncer de mama,  aumentam as chances de cura em mais de 90%”, explica a mastologista do Centro Oncológico do Triângulo, o COT, Bianca Candeloro de Faria.

De acordo com a médica, na maioria dos casos, os sintomas do câncer de mama são: “O primeiro sinal da doença costuma ser a presença de um nódulo único, não doloroso e endurecido na mama. Outros sintomas, porém, devem ser considerados, como a deformidade e/ou aumento da mama, a retração da pele ou do mamilo, os gânglios axilares aumentados, vermelhidão, edema, dor e a presença de líquido nos mamilos”, explica Bianca.

Prevenção

Os principais fatores de risco para o câncer de mama estão ligados à idade, aspectos endócrinos e genéticos.

Já os relativos ao comportamento, a mastologista diz que eles não estão bem definidos, entretanto, alguns fatores comportamentais podem contribuir como dieta rica em gorduras, sedentarismo, obesidade, alcoolismo, tabagismo, entre outros.

Como recomendação para a prevenção do câncer de mama a especialista orienta: “É importante mantermos hábitos saudáveis, não só para a prevenção de um terço de todos os tipos de cânceres, mas também para diversas outras doenças”.

“Além disso, é importante que toda mulher, a partir dos 40 anos, procure o seu mastologista para fazer a avaliação anual das mamas”.

“A mamografia antes dos 40 anos é indicada para as mulheres com histórico familiar de risco ou que apresentarem um nódulo ou outro qualquer sinal suspeito na mama. Para elas, o acompanhamento com o mastologista deve ser semestral. Quanto mais precoce for diagnosticado o câncer, maior será a chance de cura”, finaliza.

E aí, não é bom saber e estar conscientizada? Gostaram?

Deixe o seu comentário!

Bjocasss

Comments

comments

Recent Posts
Fale comigo

Envie sua mensagem que retornarei o quanto antes!

Not readable? Change text.

Start typing and press Enter to search