In Turismo

Bom dia, meus viajantes!

Tudo bem com vocês?  Bom sábado!

Quero saber se já sonharam em fazer um intercâmbio por esse mundão afora?!  Sim?! Coincidência, hein?  Acertei no tema de hoje então! Sentem. Peguem um cafezinho e um pãozinho com manteiga e fiquem ligados na matéria do dia.

Separei algumas fotos para vocês de alguns lugares que já visitei, nada profissional.

Para entendermos um pouco mais do que vem a ser um intercâmbio, foi preciso consultar alguns sites e o precioso dicionário Aurélio, que nos diz que intercâmbio, significa: “1. Troca, permuta. 2. Relações de comércio, ou culturais, entre nações”.

A cidade de Berlin – Alemanha – é belíssima. Foi um lugar que amei conhecer. É um local de extrema elegância. Indico!!! Visitem!!!

O Intercâmbio cultural é uma excelente escolha para o viajante que pretende conhecer os costumes, trocar conhecimentos e aprender novos idiomas de um país.  O currículo profissional fica riquíssimo quando citamos uma viagem para o exterior, principalmente se foi um intercâmbio. Vocês ainda têm dúvidas que  viagem só agrega? É o melhor investimento que uma pessoa pode fazer.

Conhecendo o Vaticano. Coisa mais linda! É muito emocionante! Meu sonho era ver o papa dando tchau pela janelinha, mas não tive a oportunidade. O que me deixou bastante emocionado foi uma missa que assistimos dentro do Vaticano. Muito privilegio!

Paris, Paris… Saudades da Cidade Luz!

Sabemos que embarcar para outro país exige tempo para organizar um fascinante roteiro e dinheiro para pagar todas as despesas, que sabemos que não são poucas.  Economizar em uma viagem internacional não é algo impossível. Basta dedicação e paciência para filtrar hotéis com preços baixos. As passagens aéreas podem ser encontradas com o valor abaixo do normal quando compradas com bastante antecedência (6 meses). Fiquem sempre  atentos com a localização do hostel ou hotel escolhido, pois é algo que facilita, e muito, uma viagem. Às vezes o local onde hospedamos é tão completo, com bares, restaurantes e diversos pontos turísticos, que não é necessário gastar diariamente com taxi, Uber ou metrô. Bom demais, né? Quando fui para a Cidade do México, selecionei a dedo o hostel que ficaria hospedado. Nunca vi melhor!  A localização era simplesmente magnifica, no meio da bagunça toda. Gastei pouquíssimo com transporte, conseguia fazer tudo andando.

Ainda em Paris … Arco do Triunfo atrás. Sonho!

Os passos para uma viagem satisfatória são:

1)Escolha do local que visitarão

Escolham um local que seja a “sua cara”. Pesquisem sem preguiça sobre cada país que passar pela cabeça. Se gostam mais de tecnologia, compras e modernidade vão aos Estados Unidos. Caso gostem de arte e história, visite a Europa, por exemplo. Lembrando que o mundo é muito mais do que Eua e Europa. Desbrave! Saia da caixinha!

2)Definam a data da viagem

É algo muito importante, pois não são todas as pessoas que conseguem se adaptar ao inverno rigoroso ou ao calor escaldante de um determinado local. É importante fazer constantes pesquisas sobre o local que irão visitar, para ficarem  por dentro de todas as novidades do local escolhido.

3)Escolha uma agência de turismo ou sites confiáveis

Se você pretende estudar ou trabalhar no exterior, é essencial comprar seu pacote de viagem em uma agência de turismo ou intercâmbio que seja confiável e bem aceita pelos seus usuários. Entrem no site Reclame aqui e vejam as principais reclamações dos clientes que já utilizaram os serviços. Indico de olhos fechados a CI. É uma empresa de renome e de extremo cuidado com o viajante. Já tive a oportunidade de entrar em contato direto com os agentes da CI de Uberlândia. Minha ideia era embarcar para Malta, ia passar 60 dias por lá. Acabei mudando a rota, porém o atendimento foi maravilhoso enquanto precisei.  Lembrando que nos intercâmbios culturais você poderá ficar em casas de família. Isso tudo depende do sonho e vontade de cada um. A agência de turismo/intercâmbio dará todas as opções possíveis. É tudo muito personalizado!

– Intercâmbio cultural não precisa necessariamente estudar ou trabalhar. Pode ser apenas uma viagem regada de passeios.

Se preferirem emitir os bilhetes e reservar o hotel sem nenhum consultor de agência envolvido, procure por sites confiáveis. Decolar.com, Skyscanner, Booking, Trivago e Tripadvisor são os mais utilizados por mim. Vou preparar uma matéria e listar os melhores sites para reservas de viagens.

4)Documentos necessários

Fiquem atentos a todos os documentos necessários para passar na imigração, que é algo sério e se a documentação não estiver correta, o risco de barrarem a sua entrada no país é grande. Prove que está com toda a documentação necessária, prove que possui algum vínculo no território brasileiro. Caso não seja você que pagará sua viagem ao exterior, leve uma carta de custeio, escrita por quem  irá custear sua jornada, lembrando que a carta deverá ser registrada no cartório. Se for morar ou estudar, documentos serão obrigatórios. Os agentes de viagem ficarão responsáveis por informar todos os detalhes para vocês. Não tenham vergonha de perguntar. Assim que decidirem o local que visitarão, já comecem a separar todos os documentos necessários. Keep calm!

5)Imigração

Ao passar pela imigração, é sempre bom  ter em mãos a passagem de ida e volta, confirmação da matrícula da escola que estudará no período do intercâmbio, e onde se hospedará. Se sua intenção é ir para os Estados Unidos, primeiramente, é preciso tirar o visto no Brasil. As pessoas que não moram em cidades que possuam o consulado americano é preciso se dirigir para algumas capitais brasileiras, por exemplo, Rio de Janeiro e Brasília. Dizem por aí que tirar o visto em Brasília é mais fácil do que em outros lugares.

Atentar-se às perguntas feitas pelo entrevistador no consulado  americano é algo muito importante, pois se cair em contradição com o que marcou no formulário online (caso preencha sozinho) e com o que relatou na hora da entrevista, a chance do seu visto ser negado é enorme.  Preencher o próprio visto americano é algo muito burocrático e exige horas frente ao computador. Os intercambistas que seguirão viagem para a Europa, não necessitam do visto, caso fiquem até 90 dias em território europeu.

Querem ficar mais de 90 dias? Clique no link abaixo e fique por dentro de todas as regrinhas. São muitas!

https://www.360meridianos.com/2015/07/como-ficar-legalmente-na-europa-90-dias.html

6)Se preparem para  novos desafios

Se vocês forem viajar sozinhos, pensem nas outras pessoas que estão na mesma situação  que vocês. É claro que, viajar sozinho, para um lugar tão distante, é algo que não estamos acostumados. Não tenham receio de hospedarem em um Hostel se for preciso, procurem fazer amizades, se libertem e experimentem todas as comidas do local escolhido. Vivam intensamente cada segundo!

Fiquem sempre atentos nas promoções das agências de turismo ou dos benefícios do governo federal (Ciências sem fronteiras).

Corram atrás dos seus sonhos!

Vemo-nos em breve.

Um abraço forte e bão!

Ufaaa! Cansei!

Comments

comments

Recommended Posts
Fale comigo

Envie sua mensagem que retornarei o quanto antes!

Not readable? Change text.

Start typing and press Enter to search