In Turismo

Bom dia, meus viajantes! Tudo tim tim com vocês? Como estão os preparativos para as viagens de final de ano? Espero que estejam a todo vapor.  Ficar em casa não dá, né? Precisam de uma mãozinha para montar aquele roteiro dos sonhos? Estou aqui para ajudá-los. O importante é embarcar, nem que seja para a cidade vizinha.

Chega de lenga lenga e vamos ao assunto do dia?

Quem conhece a companhia aérea TAP levanta a mão!?

Photo By Volta ao Mundo

Pois bem, tive a oportunidade de voar pela TAP quatro vezes. Querem saber se as experiências foram boas? Sentem-se, peguem uma água com açúcar e vamos na fé.

A companhia aérea portuguesa é uma das três empresas estrangeiras que mais possuem voos que interligam Brasil – Portugal. São pelo menos cinco voos diários que partem de Guarulhos-SP, Galeão – RJ, Fortaleza- CE, entre outros.

As aeronaves são limpas, aconchegantes e na maioria dos casos, modernas. Os comissários de bordo são devidamente uniformizados, gentis e extremamente cordiais. Tudo que solicitei foi atendido rapidamente. O serviço de bordo não é lá essas coisas. A comida é simples e extremamente sem graça. Tem alguém aí que gosta de comida de avião? Acho tudo ruim! Se existir alguma comida de bordo gostosa, favor me avisar! Tenho vontade de levar marmita de casa. Será que fica é brega? Rsrs!

Photo By Ser Assistente de Bordo

Photo By Dinheiro Vivo

E COMO FOI A MINHA PRIMEIRA EXPERIÊNCIA COM A TAP?

Tremedeira e muito estresse. Meu voo para Lisboa estava marcado para sair do Rio de Janeiro às 18h. Minha ansiedade estava a mil. Chegamos para fazer o check-in e tive minha primeira dor de cabeça. Estávamos em três pessoas. Fiquei responsável por marcar o assento de todas elas. Entrei (dias antes) no site da companhia e marquei um por um. E adivinhem? Não constava a marcação no sistema da TAP no ato do check-in. E adivinhem!? Fomos nos piores lugares possíveis. Só não viajamos pendurados  asa porque é proibido!  Tentamos negociar um bom preço para irmos na classe executiva, mas sem sucesso. O preço estava altíssimo, dava para comprar outra passagem de ida e volta para Londres. Apesar de aconchegante, fomos apertados. Querem saber se dormi? NÃO! A noite inteira feito um zumbi. O negócio foi feio. Nem o danado do Dramin fez efeito! Dá próxima juro que tomo o famoso Rivotril.

VOLTANDO AO ASSUNTO…

O embarque atrasou pelo menos uma hora. Minhas pernas pediam socorro. E se tivemos alguma explicação? NÃO! Ficamos plantados sem ao menos saber o motivo. Pra que estressar, né? Afinal, estava embarcando para a Europa. Só alegria e poder.

ENFIM, A BORDO!

Fomos bem recebidos. Comissários felizes, musiquinha ambiente, passageiros alegres e agitados. Decolamos. Atrasados, mas decolamos. Foram 10h30 de voo. Tudo muito tranquilo, sem turbulência, nenhuma emergência a bordo. O avião era imenso. Olhava p/ trás e via muitas cabecinhas. O entretenimento da TAP não é muito bom. Muitos filmes antigos e sem graça. Custei achar algo que me agradasse! E olha que não sou chato, hein? Só cheguei no destino mancando, ansioso e esfomeado. Nada que pudesse ser resolvido rapidamente, né?

POUSAMOS!

Meu coração chegou a doer. Amo Portugal.É um país tão simples, mas tão rico ao mesmo tempo. Um turbilhão de pensamos e sentimentos. Senti as rodinhas tocando o chão. Nu! Desembarcamos rapidamente. Me senti tão importante em terras europeias. O dia estava lindíssimo. Era verão. O céu brilhava. O vai e vem do aeroporto me deixou emocionado. “Oie! Estou na E-U-R-O-P-A!”.

CONEXÃO!

Vocês acharam que meu destino final era Lisboa, né? NÃO! Segui viagem para Londres. Passei 15 dias em Portugal, mas na volta. O tour pela Europa tinha só estava começando. Andei no Aeroporto Humberto Delgado feito notícia ruim. Fui no Dutyfree 1.878 vezes. Bebi mais de 900 litros de água. E no banheiro? Perdi as contas! Tudo culpa da ansiedade pré-viagem.

Photo By Portal Banda

Photo By Sapo 24

  IMIGRAÇÃO

Na ida não passei pela imigração, pois estava só de conexão. Já na volta fui obrigado, uma vez que ficaria muitos dias em Lisboa e cidades vizinhas. Tudo muito tranquilo! Entrevista rápida. Agente educado e sorridente. Nada de problemas. Amo Portugal!

CONFUSÃO NA PISTA DE LISBOA

No voo de volta (Berlim – Lisboa), vivemos mais um episódio engraçado. Vocês não devem estar entendendo nada, né? Passamos alguns dias na Alemanha também. O nosso último destino era Portugal. ENFIM, entramos no avião da TAP. Meia hora depois e nada da aeronave decolar. Uma hora depois e nada. E adivinhem? Embarcaram mais mala do que gente! O avião estava mais pesado, ou seja, sem condições para levantar voo. Todos os passageiros desceram, reconheceram suas malas e voltaram para o avião. Atrasamos pelo menos umas duas horas nessa brincadeirinha. É uma piada!

Parceria TAP PORTUGAL + AZUL LINHAS AÉREAS

Outra coisa que me deu dor de cabeça. Foi muito decepcionante! Vocês sabiam que as duas companhias aéreas são parceiras, né? Pois bem! Comprei as passagens no site da TAP, mas os termos diziam que depois de feito o check-in, os pontos cairiam no meu Tudo Azul. Depois que voei, passaram-se alguns meses e lembrei dos pontos.  E adivinhem? Aguardo até hoje, ansiosamente, meus pontinhos! Já liguei pelo menos dez vezes, esperneei e nada foi feito.  Não ganhei aquilo que tinha direito. Não me asseguraram. Foram quatro viagens pela TAP, mas sem nenhum beneficio na Azul. Muita sacanagem, né? Fiquei revoltado!

Photo Revista aero Latina

SITE PROBLEMÁTICO

Resolvemos ficar mais alguns dias viajando pela Europa. Meu último voo seria Lisboa – Rio de Janeiro. Decidimos prolongar uma semaninha. Entramos no site da companhia para trocarmos a passagem e não conseguimos. Erro no sistema. Tivemos que ligar na central de vendas para conseguir a modificação.  Obtivemos uma ótima noticia! Como o site estava com problemas, não cobraram nenhum centavo para trocar os bilhetes. Choramos de alegria, pois nunca ganhamos nada assim.

MALINHA EXTRAVIADA

É isso mesmo! Chegamos no Rio e nada da bagagem. É de amargar uma coisa dessas, né? Voamos a noite todinha, estávamos podres por dentro. Corremos no balcão da TAP e informamos o ocorrido. Pelo menos outras dez malas também sumiram. Ficamos tensos ao extremo. Angústia total. Os agentes não localizaram nossas malas, ou seja, ou estava na China, ou na índia ou no Paquistão ou em outro qualquer lugar do mundo. Após  quinze dia pegamos a mala. Levaram em casa! Depois de uma dor de cabeças dessas… o mínimo era entregar a mala em nossas mãos.

 

PÓS VIAGEM

Nunca mais ouvi falar da TAP. Não mandaram nenhum e-mail ou SMS agradecendo pela escolha. Nada de voucher ou e-mail marketing. Não sei como está agora, mas na época…

CONCLUSÃO DA ÓPERA

O importante é que cheguei vivo. Rimos muito dos fatos. Minha experiência com a TAP foi bem razoável. De 0 a 10 daria nota 4. Nada que não possa ser melhorado, né? Talvez foi só falta de sorte! O importante é desbravar esse mundão!

E vocês? Já tiveram experiências com a TAP PORTUGAL?

SIM!? Quero saber T-U-D-I-N-H-O!

Um abraço bem forte e “bão”!

 

 

 

Comments

comments

Recommended Posts
Fale comigo

Envie sua mensagem que retornarei o quanto antes!

Not readable? Change text.

Start typing and press Enter to search