In Saúde

Olá, amores!!

Meninas, vou aproveitar este feriado, já que,  amanhã, começa novamente o batente, para dar umas dicas sobre um assunto que quase ninguém fala, ou melhor, lembra de falar: o peso de nossas bolsas, peso este que está sobre os nossos ombros, todos os dias, e os danos que ele pode causar à nossa saúde.

Concordam? Então, deixa eu perguntar:

Você é daquelas mulheres que encontram na bolsa tudo na bolsa na hora que precisam, ou que as pessoas pedem emprestado?

Na pressa, antes de sair, coloca nela o que vê pela frente e acaba “levando a casa” de tão enorme e pesada que ela fica? Se sua resposta foi sim, saiba que o excesso de peso e a maneira que você a carrega podem  afetar a saúde de sua coluna.

Segundo os ortopedistas e traumatologistas,  “uma bolsa pesada provoca a compressão dos nervos e músculos do pescoço e dos ombros causando cervicobraquialgia”.

O que é?

Cervicobraquialgia  é uma inflamação na região cervical originada por problemas posturais, que se estende aos braços, aos antebraços e às mãos e provoca  dores, perda de força no punho, dificuldade para segurar objetos e escrever, além de formigamento e, no pior dos casos, atrofia nos nervos.

Apesar de a doença ter um nome um pouco assustador, o tratamento é bem simples. Quem sofre de cervicobraquialgia  deve procurar um especialista para realizar a correção postural e o fortalecimento muscular da região. Eles são realizados com técnicas de alongamento e movimentos na coluna, cintura e braços.

Para  os profissionais,  “A melhor opção para evitar a doença é usar bolsas com alças mais largas, carregar nelas o mínimo necessário e alternar o ombro a cada 5 minutos”. “Bolsa não é mochila. As dores podem se tornar crônicas, se a mulher levar mais peso do que aguenta. Na bolsa o peso ideal é o mínimo possível”, completam os  médicos.

Mochila

Para quem precisa levar muito peso na bolsa, uma vez que não pode deixar nada para trás, a orientação dos especialistas  é usar mochila, pois o peso é distribuído igualmente por toda a coluna.

Mas, mesmo ao usar a mochila, você deve atentar ao peso – ele não deve passar de 10% do seu peso, no máximo. Ou seja, se você pesa 60 kg, sua mochila deve ficar com até 6 kg. O mesmo não se aplica às bolsas.

Para as mulheres que não gostam de mochila, a opção é utilizar bolsas com rodinhas, pois o peso não estará concentrado em uma região do corpo apenas.

Os especialistas sugerem que a mulher carregue o mínimo possível na bolsa, mas, com tantas responsabilidades durante o dia, o mínimo necessário ainda é muita coisa. Porém, é preciso estar ciente que a sua saúde está em primeiro lugar. Então, reveja o que está carregando e tire o que não for necessário.

E aí, gostaram? Deixe o seu comentário!

Bjocas

Comments

comments

Recommended Posts
Fale comigo

Envie sua mensagem que retornarei o quanto antes!

Not readable? Change text.

Start typing and press Enter to search