In Vida a Dois

Olá, amores!

Love is on the air! Então vamos abordar o A M M O O R R!

Então, girls, por mais que já se tenha falado sobre a importância do hoje, do agora, deste instante, infelizmente, ainda perdemos, muitas vezes, esta referência fundamental. Ainda acreditamos no “futuro”, nos “anos”, numa “vida inteira”.

Nada existe de fato, além do que estamos vivendo neste exato momento. Porque para estar vivo, é preciso pulsar.  E quanto ao amor, cantou Renato Teixeira, em sua maravilhosa música Tocando em Frente; “É preciso amor para poder pulsar” … Sendo assim, o amor não foge a regra. Não existe amor se ele não pulsa, não vibra, se não é praticado com disciplina. No entanto, muitas mulheres, muitos homens e também muitos casais não percebem o valor deste detalhe.

Vivem o amor como se fosse apenas uma teoria, uma condição estabelecida, seja com o nome de casamento, seja com quaisquer outros nomes. Já não encontram tempo nem motivação interior para atuarem nesse sentimento dia a dia, passo a passo. Acreditam, ingenuamente,  que ele sobrevive a despeito do esquecimento, da indiferença, do tempo, da rotina, da falta de coração.

Sabemos que o mundo capitalista está a todo o momento nos cobrando realização, sucesso, dinheiro, trabalho e mais trabalho. Sabemos que a estrutura em que vivemos pede manutenção e consome boa parte de nosso tempo. É dificil romper com um sistema que se impõe diariamente, sem nos darmos conta. É realmente muito dificil romper com os hábitos automáticos sob os quais vivemos, mas se você deseja pulsar, sentir-se vivo, encontrar um motivo que valha toda a sua história, esta escolha é absolutamente necessária!

Sugiro que você comece a compreender, agora, que amar é um verbo de ação, é um exercício … e, como tal, precisa ser exercitado para somente então fazer sentido. gerar resultados! Proponho que você comece com pequenas mudanças, pequenos gestos, nada que lhe vá tumultuar os compromissos.

Um sorriso, em silêncio, acompanhado de um olhar que dure alguns segundos a mais. Isso se chama “interesse”. Uma pergunta básica, mas feita de maneira personalizada: “Você está bem?” E que pare para ouvir a resposta; olhe nos olhos, como quem deseja saber. isso se chama “cuidado amoroso”.

Uma gentileza qualquer, um elogio inesperado, um beijo … ah … um beijo … Um beijo é capaz de transformar toda a química e todo o ritmo de seu corpo. Um beijo é capaz de transformar o seu dia, a sua vida! Claro que não estou falando de beijos mecânicos, mas do beijo carregado de intenções, de energias, de sentimento. Não precisa durar muito tempo, não precisa acontecer toda hora, desde que você consiga reconhecer o poder que ele tem e possa doá-lo a quem você ama como um presente, uma parte especial de você.

Lembre-se que para doar é preciso se dedicar. Dedicação demanda tempo, disponibilidade, vontade. Mas demanda, acima de tudo, escolha! É preciso que você escolha amar e, uma vez feita a sua escolha, que você nunca se esqueça de que é preciso praticar hoje, amanhã e depois. Mas se você praticá-lo hoje, agora, já basta… Afinal de contas, não há amor depois … Só existe amor agora… porque o amor pulsa e para estar vivo, você tem de estar pulsando neste exato momento, sempre.

Caso contrário, todo o resto – trabalho, dinheiro, sucesso, casa, sonhos, etc. – terá chegado ao fim!

Esteja vivo! Pulse! Pratique o amor!

Bjocasss

 

Comments

comments

Recommended Posts
Fale comigo

Envie sua mensagem que retornarei o quanto antes!

Not readable? Change text.

Start typing and press Enter to search